14.4.06

Ele morava sozinho numa ilha deserta após um naufrágio. Ela morava sozinha numa ilha deserta três quilômetros distante da outra ilha. Passaram a se comunicar por meio de fumaça. Tinham tudo a ver. Ambos gostavam de Xuxa e de patinar no gelo. Eram feitos um para o outro. Como a distância entre as ilhas não podiam ser percorrida à nado, o homem resolveu fazer uma pequena canoa e, um dia, ir de encontro à amada. Ele trabalhou dois anos no seu projeto e queria fazer surpresa pra ela.
Finalmente chegou o grande dia. No meio do caminho, ele avista outra canoa vindo na direção contrária. Era sua amada. Ela tivera a mesma idéia.
Encostaram as embarcações, encararam-se, e ele disparou: - Tá quente hoje, né?
Separaram-se no mesmo instante e cada um retornou à sua ilha. Ela nunca aceitara que durante anos de espera a melhor cantada que ele pôde elaborar fora essa. E num dia que nem tava calor! Absurdo.